Copa de arremesso de celular mobiliza EuropaRealizado há sete anos, o mundial reúne atletas de mais de 70 países para disputar quem consegue lançar um celular o mais longe possível.

Este mês, a organização do evento confirmou a realização da 8ª edição do mundial, em agosto, na cidade de Savonlinna, na Finlândia.

O campeonato é o principal evento turístico da pequena cidade de 28 mil habitantes, no sudeste do país nórdico e já consta no calendário de festividades do órgão finlandês de promoção do turismo. Há inclusive um escritório permanente do evento na capital do país, Helsinque.

Nesta edição, representantes de diversos países europeus, entre eles Alemanha e Finlândia, querem aproveitar a atenção despertada pelo evento para conscientizar seus cidadãos da importância do descarte responsável de celulares.

Segundo autoridades finlandesas, os lagos do país sofrem crescente poluição em função de usuários que, cansados de modelos antigos, simplesmente os atiram na lagoa mais próxima. Celulares contêm metais pesados, com alto poder de poluição das águas.

Para participar da competição, basta preencher uma inscrição no site do mundial. Em função do crescente número de competidores, o evento realizará seletivas para a competição deste ano.

Os “atletas” competem em duas modalidades, estilo livre e clássico, nas versões masculino e feminino. No estilo clássico, o competidor deve lançar o telefone na altura de seu ombro. Ganha quem atingir a maior distância. O atual campeão é o finlandês Lassi Etelätalo, que atirou um modelo Nokia de 350 gramas a 89 metros de distância.

No feminino, a campeã é Elja Laakso. Eslovenos e finlandeses são os atletas com maior destaque neste esporte. Podem ser lançados celulares com peso mínimo de 200 gramas e máximo de 400 gramas.

Já no estilo livre, o que vale é a performance e o figurino do atirador de celular. Em 2006, um personagem identificado como “gordinho de heavy metal” obteve as maiores notas.

Fonte: Info